Lagoa Misteriosa reabre e recebe seus primeiros visitantes para temporada 2012

“Uma fascinante lagoa oculta numa mata inexplorada proporciona ao visitante momento singular de admiração e relaxamento”. Esse é o depoimento dos visitantes Rafael e Fabiana, que estiveram no dia 31 de março na Lagoa Misteriosa, atrativo localizado em Jardim (MS).

A dupla foi uma das primeiras pessoas a realizar o passeio de flutuação nas águas cristalinas da Lagoa Misteriosa, após sua reabertura no dia 29 de março. O passeio encontrava-se com as atividades suspensas (flutuação e mergulho autônomo categoria batismo e básico) devido à proliferação de algas.

Lagoa Misteriosa recebe visitantes para Temporada 2012 de Flutuação e Mergulhos de Batismo e Básico. Foto: Marcelo Krause

O casal de São Paulo Ralph Leite e Rafaela Mengui teve a oportunidade de coincidir a viagem à Bonito e região com a reabertura do atrativo e aproveitaram para realizar o mergulho com cilindro. “Quando tive a oportunidade de conhecer a Lagoa sem dúvida foi uma das experiências mais surpreendentes que já pude vivenciar. A paz que a natureza proporciona com a beleza da água cristalina, é uma sensação indescritível, somente quem já teve essa experiência consegue entender a sensação que tive no momento do mergulho” revela Rafaela.

Já Ralph disse que nem imagina o que estava por vir ao fechar o pacote para conhecer o destino de ecoturismo. “Jamais imaginei que iria me proporcionar tudo isso… uma paz de espírito indescritível”, diz.

Os passeios de flutuação e mergulho com cilindro podem ser realizados no mesmo dia.

Ralph e Rafaela se aventuraram pelas águas da Lagoa Misteriosa e desvendaram um novo mundo submerso. “Não temos palavras para descrever o que passamos neste lugar… iremos levar na bagagem muito mais que fotografias”, conclui Rafaela.

Lagoa Misteriosa retoma atividades de Flutuação e Mergulhos de Batismo e Básico

A Lagoa Misteriosa, atrativo localizado em Jardim (MS), retoma a partir de hoje (29) suas atividades de flutuação e mergulho com cilindro para as modalidades de batismo e básico, em suas águas cristalinas reconhecidas internacionalmente.

As atividades estavam suspensas devido à proliferação de algas, processo natural, que ocorre entre os meses de outubro a abril, e que causa um processo de turvamento das águas do atrativo cujo tom azul cristalino passa para o verde, impedindo a visibilidade.

Foto: Marcelo Krause – Flutuação na Lagoa Misteriosa

O encanto sobre a Lagoa Misteriosa deve-se a sua profundidade desconhecida. O máximo atingido foi 220 metros, realizado pelo mergulhador Gilberto Menezes, que não conseguiu avistar seu fundo. Devido à beleza cênica do local, a Lagoa Misteriosa torna-se um passeio inesquecível. “Por mais fantástico que seja a parte mais conhecida da Lagoa Misteriosa, você precisa ver a parte mais profunda. A parte rasa é apenas o início de um sistema grandioso”, comenta o mergulhador Gilberto Menezes.

Em novembro de 2011, a Analista de Sistemas Natali Silvério, do Rio de Janeiro, visitou a Lagoa. Em depoimento compartilhado no site do atrativo, a mergulhadora comentou que realizou o sonho dela. “Simplesmente não consigo esquecer a sensação de estar flutuando dentro daquilo que parece um cone de pedras que lhe convida sempre para ir mais fundo. Certamente irei voltar!”, argumenta.

Na atividade de flutuação, o visitante tem a visão dos dois abismos azuis que formam o fundo da lagoa. Os paredões verticais rochosos, os troncos caídos, os depósitos de areia branca, as galhadas com folhas douradas, os pequenos peixinhos que brilham com os feixes de luz, transformam a Lagoa Misteriosa em um ambiente único. A sensação que se tem ao flutuar em águas tão transparentes sobre um abismo é de se estar voando, como se você estivesse solto no ar.

Nesta época do ano, os destaques são o Mergulho de Batismo – para os visitantes que não possuem curso de mergulho, e desejam realizar a experiência de mergulho com cilindro de forma segura e confortável, até a profundidade máxima de 8 metros; E o Mergulho Autônomo Básico, em que o mergulhador com certificação Open Water Scuba Diver mergulha até a profundidade de 18 metros.

“De todos os locais de mergulho que conheci no Brasil, a Lagoa Misteriosa, na minha opinião, é o mais espetacular. Ela sempre foi minha favorita”, ressalta Gilberto Menezes.

Durante o ano todo o atrativo turístico continua aberto para mergulhadores certificados realizarem as atividades de mergulho nas categorias: autônomo avançado, no máximo 25 metros de profundidade e técnico, no máximo até 60 metros de profundidade.

Ninhos artificiais para araras são instalados na Lagoa Misteriosa

Nos dias 09 e 10 de fevereiro uma equipe de representantes do Instituto Arara Azul instalou ninhos artificiais no Recanto Ecológico Rio da Prata e na Lagoa Misteriosa, atrativos turísticos localizados em Jardim (MS). A ação de instalação de ninhos para araras é resultado da análise de árvores selecionadas na última visita relacionada em dezembro de 2011.

 

Instalação de ninhos artificiais na Lagoa Misteriosa

“Dentre as grandes árvores que temos na fazenda as escolhidas são as que têm histórico de passagem de araras ou porte médio a grande acima de 4,5 metros com bifurcação adequada tanto para acomodação do ninho quanto para facilitar as vistorias de manutenção. Foram instaladas em duas árvores Sucupira preto Bowdichia virgilioides, um no Mandiocão Didymopamax morototonii e um no Jatobá do cerrado Hymenaea stigonocarpa. Agora é aguardar e observar o comportamento das araras“, nos conta Osvaldo Esterquile Jr, Engenheiro Ambiental dos passeios.

Segundo informações do Engenheiro Ambiental dos passeios foram instalados 4 ninhos na área da fazenda, alguns no Rio da Prata e outros na Lagoa Misteriosa, sendo dois direcionados para nidificação de Araras Vermelhas e dois para Araras Azuis.

Engenheiro ambiental filma família de quati na Lagoa Misteriosa

Na última semana, Osvaldo Esterquile Jr, Engenheiro Ambiental da Lagoa Misteriosa (Jardim-MS), realizou algumas filmagens sobre uma família de quatis.

De acordo com ele “o vídeo registra um Quati adulto em uma árvore aguardando os filhotes subirem. Porém com a minha presença o adulto desce da árvore e os chamam com um barulho característico, neste momento todos começam a descer e correr em sua direção, um a um passando pela lente da câmera possibilitando a contagem de sete filhotes, entre eles filhotes escuros e outros claros provavelmente machos e fêmeas”, nos revela Jr.

Clique aqui e veja o vídeo!

Os quatis vivem em árvores, formando grupos de 4 a 20 indivíduos, percorrendo as matas a procura de alimentos que consiste em pequenas aves, ovos, insetos, frutas e vermes ou larvas presentes no solo.

Percorrem em torno de 1,5 a 2 Km diariamente à procura de alimento.

São animais diurnos, apesar de freqüentemente machos adultos praticarem atividade noturna.

Lagoa Misteriosa é opção durante as férias

As cidades de Bonito e Jardim (MS), reconhecidas internacionalmente por suas belezas naturais, costumam atrair turistas de diversas regiões durante as férias.

Esse período é ideal para conhecer um dos mais surpreendentes atrativos da região: a Lagoa Misteriosa, que está aberta para mergulho básico e avançado, apesar de não estar operando para as atividades de flutuação e mergulho de batismo por conta da visibilidade da água.

Nesta época do ano, com o aumento da incidência solar, ocorre um processo de turvamento das águas do atrativo de Jardim (MS), cujas águas de tom azul cristalino passam para o verde, devido a proliferação de algas. “Este é um processo natural, que ocorre desde meados da década de 70, época também em que a Lagoa Misteriosa foi descoberta, segundo informações dos antigos proprietários do local“, comentou a Diretora de Sustentabilidade do Grupo Rio da Prata, Luiza Coelho.

Ainda segundo Luiza Coelho, o período de água verde, geralmente, vai do final de setembro até o início de abril, impossibilitando a realização das atividades de flutuação e batismo. “A camada de algas se concentra na superfície, atrapalhando a visibilidade para o visitante, contudo não impede a realização do mergulho certificado, ou seja, do mergulho básico e avançado, os quais vão até as profundidades de 18 a 25 metros, respectivamente”, ressaltou.

A Lagoa Misteriosa fica aberta para os mergulhadores certificados o ano todo, porém a melhor época para visitá-la é quando as águas estão mais cristalinas, de abril a setembro, atingindo a incrível visibilidade de 40 metros.

Foto: Marcio Cabral

Lagoa Misteriosa é destaque de reportagem do G1

O município de Jardim, no Mato Grosso do Sul, foi destaque de reportagem publicada hoje na seção de turismo no G1 MS. A reportagem escrita por Tatiane Queiroz abordou os atrativos da cidade, como a Lagoa Misteriosa, Recanto Ecológico Rio da Prata e Buraco das Araras.


Confira trecho: “Com áreas naturais paradisíacas, Jardim éo lugar perfeito para quem deseja um verdadeiro encontro com a natureza, mas tem pouco tempo para viajar. A cidade, que fica a 239 quilômetros de Campo Grande e a 70 quilômetros de Bonito, reúne atrativos turísticos ecológicos que podem ser visitados em apenas um dia”.

Sobre a Lagoa Misteriosa a reportagem comentou sobre o passeio contemplativo e suas águas azuis. Ainda segundo informações, o atrativo é considerado a sétima caverna mais profunda do país pela Sociedade Brasileira de Espeleologia.

A reportagem contou com os depoimento de visitantes, como o biólogo e fotógrafo Daniel De Granville que visitou a Lagoa em setembro de 2011 e achou fascinante. “De dentro da água você vê aquele imenso buraco que parece não ter fim”, relatou o biólogo para o G1.

O administrador Kenneth Corrêa já mergulhou em diversos estados, como São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco. Para ele, mergulhar na Lagoa Misteriosa foi inesquecível, um dos lugares mais lindos que já visitou e a transparência da água deu a impressão dele estar voando.

As atividades da Lagoa Misteriosa comentadas na reportagem são a flutuação e o mergulho (batismo, autônomo básico e autônomo avançado).

Confira a reportagem no G1 MS:

http://g1.globo.com/mato-grosso-do-sul/noticia/2012/01/jardim-em-ms-tem-mergulho-e-flutuacao-em-passeio-de-um-dia.html

Lagoa Misteriosa ganha nova ferramenta de interação

Para aumentar a interação com os usuários, o site da Lagoa Misteriosa agora conta com a opção de comentar nas notícias através da conta no Facebook. Além da ferramenta, o site ainda possui os botões de Tweetar, Curtir e do Google +1.

A Lagoa Misteriosa também conta uma Fan Page no Facebook. Atualmente 461 pessoas curtiram a página, onde são divulgadas notícias sobre o a atrativo de Jardim (MS), fotos, vídeos e informações. (Confira nossa Fan Page)

Kit de divulgação

Para as agências e jornalistas que precisarem de imagens em alta resolução e informações, o Grupo Rio da Prata lançou um Mídia Kit. Além de trazer informações sobre a Lagoa Misteriosa, contém informações do Recanto Ecológico Rio da Prata, em Jardim (MS), e da Estância Mimosa Ecoturismo, em Bonito (MS).

O acesso do Mídia Kit pode ser feito através do link http://www.gruporiodaprata.com.br/midiakit, após um breve cadastro. No kit também é possível fazer download de roteiros escolares, roteiro de observação de aves e lista de aves catalogadas nas fazendas e em Bonito.

Lagoa Misteriosa e Rio da Prata no programa Zona de Impacto

Já está disponível na internet o Programa Zona de Impacto, do canal SportTV, com reportagem especial sobre mergulho produzidas na Lagoa Misteriosa e Recanto Ecológico Rio da Prata, atrativos ecoturísticos localizados em Jardim (MS).

O apresentador Gabriel Moojen, acompanhado pelos instrutores de mergulho Juca Ygarapé e João Gomes, desvendou as belezas naturais dos passeios.

Ele ressalta que “Bonito e região é o lugar do mergulho. O cara pode mergulhar em abismo, na Lagoa Misteriosa, nos rios, ver peixes, tem flutuação…” exaltando a diversidade de atividades que podem ser realizadas no destino.

A equipe esteve no destino de ecoturismo no dia 19 de novembro. Além do apresentador participaram da aventura: LC (câmera) e Leandro Chiapeta (áudio).

Veja o programa no link abaixo:

http://sportv.globo.com/videos/esportes-radicais/t/zona-de-impacto/v/gabriel-moojen-mergulha-em-bonito-no-mato-grosso-do-sul/1735123/

Descoberto novo tipo de vegetação na Lagoa Misteriosa

Altamente preservada,a região da Serra da Bodoquena, da qual o município de Jardim (MS) faz parte, possui a maior extensão de florestas no estado do Mato Grosso do Sul, e devido às suas caraterísticas geológicas esconde rios de águas cristalinas, cachoeiras, grutas e cavernas, extensa fauna e avifauna, rica população de peixes e diversidade de vegetações.

No último dia 05, Osvaldo Esterquile Jr, Engenheiro Ambiental da Lagoa Misteriosa e do Recanto Ecológico Rio da Prata, deparou-se com uma novidade encontrada no trajeto da trilha, ao redor da dolina.

Por ser uma espécie nunca vista na área, os proprietários dos atrativos solicitaram a ajuda da Dr. Vivian Ribeiro Baptista Maria, Bióloga, integrante da Equipe da empresa Bíon – Consultoria Ambiental.

De acordo com informações repassadas por ela, “trata-se de um holoparasitas de raízes (predominantemente de árvores) a maioria está presente no interior de formações florestais e, normalmente, não são perceptíveis por serem subterrâneas, a não ser durante o período reprodutivo quando suas inflorescências emergem do solo, como é o caso mostrado nas fotografias”.

Dr. Vivian ressaltou ainda que “pertencem a família Balanophoraceae (angiospermas muito incomuns). São todas aclorofiladas”.

Esta família inclui 17 gêneros e aproximadamente 50 espécies. Destes, seis gêneros e 12 espécies são registrados para o território brasileiro.

Lagoa Misteriosa recebe visita técnica do Instituto Arara Azul

Com o objetivo de identificar árvores que sejam viáveis para a fixação de ninhos artificiais para araras, Greice Ferreira (bióloga) e Cezar Correa (assistente de pesquisa), ambos profissionais do Instituto Arara Azul, realizaram no dia 10 de dezembro o reconhecimento de toda a área ao redor da RPPN Fazenda Cabeceira do Prata e no fragmento florestal que envolve a Lagoa Misteriosa, localizados em Jardim (MS).

Acompanhados pelo engenheiro Ambiental, Osvaldo Esterquile Jr., após uma observação detalhada, a dupla afirmou que o local tem potencial para vários ninhos e que a RPPN poderá abrigar: falcões, Quero Quero, Acauã, Arara Vermelha e Arara Azul.

“Já na área da Lagoa Misteriosa, próximo ao receptivo tem potencial para dois ninhos em um grande jatobá e um mandiocão pensando em abrigar araras vermelhas e gavião relógio”, diz Osvaldo Jr.

Arara Azul

O pólo do Instituto Arara Azul localiza-se no Refúgio Ecológico Caiman, em Miranda (MS) e seus principais objetivos são: promover a conservação da arara azul, da biodiversidade e do Pantanal como um todo, buscando o envolvimento das pessoas para utilização racional dos recursos naturais.

Durante uma conversa com Osvaldo Jr., Cézar revelou que “as Araras não são de disputar seus ninhos e por isso acaba perdendo suas moradias para outras espécies competitivas como Tucanos, gaviões e Falcões. Quando o projeto iniciou, a idéia era que outras espécies de concorrência por ninhos com as araras azuis pudessem adotar os ninhos artificiais deixando a arara sossegada no ninho natural, mas não foi o que exatamente ocorreu. As araras adoraram com facilidade os ninhos artificiais, abandonando suas ocas naturais para outras aves”.

Com a evolução da experiência, os integrantes da Instituto Arara Azul também adaptaram as dimensões dos ninhos para Arara Azul e Vermelha baseando-se em seus ninhos em condições naturais.

Está prevista uma nova visita na região no primeiro bimestre de 2012, para a instalação dos ninhos em algumas árvores pré-definidas.

Greice Ferreira e Cezar Correa, no mirante da Lagoa Misteriosa.