Relato do primeiro mergulho após reabertura da Lagoa

As águas com uma incrível transparência de 40 metros somada ao mistério da profundidade da Lagoa Misteriosa começa a atrair visitantes, como a colombiana Mareiwa Miller, de 17 anos. Mareiwa mergulha desde os 12 anos e ganhou o mergulho na Lagoa Misteriosa como presente de aniversário. “No próximo ano eu faço 18 e gostaria de voltar para fazer um mergulho técnico, é lindo”.

Foi o primeiro mergulho realizado após a reabertura da visitação turística da Lagoa Misteriosa no dia 27/06/2011. O mergulho foi guiado por João Gomes, da Caiman Scuba Dive, de Bonito, MS.

Apesar da pouca idade, a mergulhadora experiente já conhece as águas de Colômbia, Tailândia e, pela quarta vez no Brasil, foi a Bonito e Jardim, para conhecer as belezas naturais da região e se espantou com a Lagoa “sem fundo”. É a primeira vez que a mergulhadora mergulha em água doce e sentiu a diferença “a água doce é mais leve, a locomoção é ágil e, na Lagoa Misteriosa, a mais de 20 metros de profundidade, parece que estou na superfície, de tão clara que a água é”.

Desde 2005 sem operar, a Lagoa Misteriosa foi reinaugurada na última semana e oferece passeios de flutuação, batismo de mergulho (a 8 metros) e, para mergulhadores certificados, a profundidade máxima é de 25 metros, atingindo o limite de 60 metros para expedições técnicas. O atrativo fica no município de Jardim, há 36 km da cidade, ao lado do atrativo Recanto Ecológico do Rio da Prata.

Relato do primeiro mergulho após reabertura da Lagoa
Mareiwa no receptivo do Recanto Ecológico Rio da Prata após mergulho na Lagoa Misteriosa

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked